Yellen vê hipótese mais forte para aumento dos juros

sexta-feira, 26 de agosto de 2016 19:33 BRT
 

Por Jason Lange e Ann Saphir

JACKSON HOLE (Reuters) - O Federal Reserve está se aproximando de um outro aumento na taxa de juros, afirmaram nesta sexta-feira a chair do banco central norte-americano e outras autoridades monetárias, em comentários que deixaram a porta aberta para uma elevação que pode ocorrer já no próximo mês.

A chair do Fed, Janet Yellen, disse em uma conferência global de política monetária que a hipótese de aumento de juros tem ganhado força, enquanto o vice-chair do Fed, Stanley Fischer, sugeriu que uma investida pode ocorrer já na reunião do Fed de setembro, caso a economia esteja em boa forma.

Apesar de dados divulgados mais cedo nesta sexta terem apontado que a economia dos EUA cresceu de forma lenta no segundo trimestre, Yellen destacou que um grande número de empregos está sendo criado e que o avanço da atividade deve continuar em ritmo moderado.

"Acredito que a hipótese de aumento da taxa de juros tem ganhado força nos últimos meses", disse Yellen em discurso feito em conferência anual do Fed em Jackson Hole, Wyoming.

Yellen disse que o BC dos EUA já acredita que a economia está se aproximando das metas de pleno emprego e estabilidade de preços. Ela também descreveu os gastos dos consumidores como sólidos, mas notou que o investimento empresarial está fraco e que as exportações estão sendo negativamente afetadas pelo dólar forte.

Contudo, Yellen não indicou o que o Fed precisa ver antes de elevar a taxa de juros. Após suas declarações, investidores mantiveram apostas em chances mais ou menos iguais de um aumento nos juros na reunião de dezembro do Fed.

"Ela manteve a porta aberta para um aumento mais cedo do que mais tarde", disse a estrategista de renda fixa do Société Générale em Washington Subadra Rajappa.

Em uma entrevista para a CNBC após a fala de Yellen, Fischer, o número 2 do Fed, disse que as declarações da chair do BC eram um sinal do quão perto o Fed pode estar em relação ao aumento da taxa de juros, se os dados continuarem a apontar uma melhora no cenário econômico.   Continuação...

 
Chair do Federal Reserve, Janet Yellen, fala ao comitê bancário do Senado norte-americano em Washington 21/06/2016. REUTERS/Carlos Barria