CORREÇÃO-Consórcio Sempra-Techint faz melhor oferta por gasoduto da Odebrecht no Peru, diz fonte

segunda-feira, 29 de agosto de 2016 13:15 BRT
 

(Corrige matéria publicada na sexta-feira para remover do 2º parágrafo informação de que Odebrecht "está se retirando do Peru")

LIMA (Reuters) - Um consórcio formado pela Sempra Energy e pelo Grupo Techint fez a melhor proposta para comprar a fatia majoritária da Odebrecht em um projeto de gasoduto de gás natural de 5 bilhões de dólares no Peru, disse uma fonte com conhecimento das negociações sexta-feira.

A Odebrecht, um dos alvos da operação Lava Jato, que investiga um escândalo de corrupção entre a Petrobras e grandes empreiteiras do país, está vendendo o projeto de operação de gás natural Gasoduto Sur Peruano para levantar recursos e pagar dívidas.

Sob condição de anonimato, a fonte disse que a proposta do consórcio Sempra-Techint para comprar uma fatia de 55 por cento da Odebrecht no GSP era a única considerada na fase final das negociações.

No mês passado, o grupo de cerca de 20 bancos que trabalham em um empréstimo de 4,1 bilhões de dólares para a GSP rejeitou três propostas pela participação da Odebrecht, estendendo o prazo para a venda para este mês, de acordo com fontes.

O Gasoduto Sur Peruano, uma concessão de 34 anos para construir e operar mais de 1.134 quilômetros de dutos de gás natural em toda a região sul do Peru, precisa de 5 bilhões de dólares em investimentos nos próximos anos.

A Sempra e a Techint não responderam imediatamente os pedidos de comentários. A Odebrecht se recusou a comentar.

(Reportagem de Marco Aquino)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP RBS