Colheita de soja do RS deve cair em 2016/17 após recorde, diz Emater

terça-feira, 30 de agosto de 2016 13:01 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja do Rio Grande do Sul deverá cair 2,1 por cento na nova temporada 2016/17, devido a uma redução de produtividade que não será superada pelo aumento de área plantada, estimou nesta terça-feira a Emater/RS, órgão de extensão rural do governo do Estado, em sua primeira estimativa para o novo ano agrícola.

A previsão é de um volume de 15,85 milhões de toneladas em 2016/17 no Estado, terceiro maior produtor da oleaginosa no Brasil, ante um recorde 16,19 milhões em 2015/16, quando um clima praticamente ideal impulsionou o desenvolvimento das lavouras.

A produtividade esperada está em 2.869 kg por hectare, recuo de 3,5 por cento em relação ao obtido ano passado.

A Emater disse que é preciso levar em conta a "ocorrência do fenômeno La Niña, com precipitações em volumes menores e frequência irregular" na nova temporada.

A área plantada com soja irá crescer 0,9 por cento para 5,5 milhões de hectares.

A safra de milho (que é cultivado apenas no verão) deverá subir 2,7 por cento, na esteira de um forte aumento de área e apesar de uma queda nas produtividades.

A colheita de milho do Rio Grande do Sul foi projetada em 4,85 milhões de toneladas, com um crescimento de 8,9 por cento na área, para 805,6 mil toneladas.

(Por Gustavo Bonato)