Wall St recua por pressão de ações de energia; S&P cai ligeiramente em agosto

quarta-feira, 31 de agosto de 2016 18:30 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários norte-americanos recuaram nesta quarta-feira, com as ações de energia acompanhando a queda dos preços do petróleo, e o S&P registrou em agosto a primeira queda mensal desde fevereiro.

O índice Dow Jones caiu 0,29 por cento, para 18.400 pontos, o S&P 500 perdeu 0,24 por cento, a 2.170 pontos e o Nasdaq Composite caiu 0,19 por cento, para 5.213 pontos.

O Nasdaq subiu 1 por cento em agosto e o S&P recuou 0,1 por cento, mostrando a resiliência do mercado acionário após o S&P ter alcançado máxima histórica em meados do mês. O índice encerrou a quarta-feira a 1 por cento de sua máxima recorde.

O setor de energia do S&P 500 recuou 1,4 por cento nesta quarta-feira, maior queda diária em três semanas, com o petróleo nos EUA recuando mais de 3 por cento.

Mais cedo, dados mostraram que o setor privado dos EUA criou 177 mil empregos em agosto, em linha com expectativas, e que os contratos de compra de moradias usadas saltaram em julho, sugerindo que a economia norte-americana está recuperando impulso suficiente para que o Federal Reserve aumente as taxas de juros este ano.

(Por Rodrigo Campos)