Governo vê mais R$26 bi em receitas administradas e mais R$18,4 bi em concessões no orçamento de 2017

quarta-feira, 31 de agosto de 2016 18:47 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo indicou que o esforço fiscal de 55,4 bilhões de reais necessário para o cumprimento da meta de déficit primário do ano que vem será composto por uma previsão de mais 26 bilhões de reais com receitas administradas, 18,4 bilhões de reais com concessões e permissões, 5,3 bilhões de reais em redução de despesas e 5,7 bilhões de reais com demais investidas.

Os números constam do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, apresentado nesta quarta-feira pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em coletiva de imprensa. A proposta considera uma receita líquida de 1,177 trilhão de reais no ano, e despesas de 1,316 trilhão de reais, resultando no déficit primário para o governo central de 139 bilhões de reais que já havia sido estipulado.

(Por Marcela Ayres)