State Grid deve concluir compra de fatia da CPFL na 6a-feira, diz fonte

quarta-feira, 31 de agosto de 2016 21:42 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A chinesa State Grid Corp [STGRD.UL] pretende assinar os termos finais da compra de participação de 23,6 por cento detidos pelo conglomerado Camargo Corrêa SA na CPFL Energia (CPFE3.SA: Cotações) na sexta-feira, disse uma pessoa diretamente envolvida no negócio.

O processo de 'due diligence' para a compra foi concluído esta semana, disse a fonte, acrescentando que todas as condições prévias impostas pela gigante chinesa foram cumpridas.

Em 1º de julho, a State Grid aceitou pagar 5,9 bilhões de reais pela participação da Camargo Correa na CPFL, em seu esforço de expansão na maior economia da América Latina.

Sob os termos de um acordo de acionistas, a State Grid tem que estender a mesma oferta aos demais acionistas, incluindo fundo de pensão dos empregados do Banco do Brasil, a Previ [PREVI.UL], e um veículo de investimento chamado Bonaire - que tem quatro outros fundos de pensão estatais.

A Reuters informou em 19 de julho que a Previ estava inclinada a aceitar a oferta, se a State Grid estendê-la. Uma decisão da Previ de aceitar a proposta da State Grid poderia atrair outros fundos para o negócio e desencadear uma aquisição dos acionistas minoritários.

Se a compra for estendida a todos os acionistas, a compra da CPFL pela State Grid pode se tornar a maior aquisição no Brasil este ano, chegando a 29 bilhões de reais.

O Santander Brasil (SANB11.SA: Cotações) e o Bank of America Corp (BAC.N: Cotações) assessoraram a State Grid no negócio. State Grid e Bank of America não comentaram imediatamente. Santander e Camargo Correa se recusaram a comentar.

(Reportagem de Tatiana Bautzer)

((Tradução Redação São Paulo; + 55 11 5644-7712))

REUTERS AAP RBS