Mercados da China recuam com fraqueza do setor imobiliário

quinta-feira, 1 de setembro de 2016 07:45 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - O mercado acionário chinês fechou com perdas nesta quinta-feira pressionado por ações do setor imobiliário, com os dados do Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial mostrando que a atividade desacelerou no setor.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve perda de 0,79 por cento. O índice de Xangai ganhou 0,73 por cento.

"Embora o PMI de serviços permanece forte, ele desacelerou de 53,9 para 53,5 no mês passado. Isso se deveu inteiramente a uma queda no subíndice do setor de construção", disse em nota o economista do Capital Economics Julian Evans-Pritchard.

"A agência de estatísticas atribuiu a problemas por enchentes e clima atipicamente quente, mas também pode ser um sinal de que o recente boom imobiliário pode estar começando a perder força", completou.

As ações do setor imobiliário ficaram entre as que tiveram as maiores perdas, com o subíndice perdendo 4,11 por cento.

Os mercados do restante da região também mostraram fraqueza, depois que os preços do petróleo mais baixos pressionarem Wall Street e as pesquisas sobre a indústria chinesa fizeram pouco para inspirar os investidores.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, perdia 0,22 por cento às 7:22.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,23 por cento, a 16.926 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,81 por cento, a 23.162 pontos.   Continuação...