Minério de ferro atinge mínima de mais de 1 mês na China antes de G20

quinta-feira, 1 de setembro de 2016 09:20 BRT
 

MANILA (Reuters) - Os preços do minério de ferro no mercado à vista da China caíram nesta quinta-feira para o menor valor em mais de um mês em meio a fechamentos de siderúrgicas perto da cidade de Hangzhou, no leste do país, para melhorar a qualidade do ar antes da reunião do G20 no fim de semana.

O interesse de compra pelo ingrediente da fabricação do aço ficou limitado, mantendo os preços abaixo de 60 dólares por tonelada, embora um pico sazonal de demanda por aço na China em setembro e outubro, junto com uma recuperação da economia, possa impulsionar uma recuperação.

Muitas pequenas usinas no entorno de Hangzhou tiveram o fechamento ordenado para limpar o céu antes do encontro de líderes mundiais em 4 e 5 de setembro.

"As atividades de compra tanto para aço quanto para matériras-primas ficou limitado", disse o analista Wang Di, da consultoria CRU, em Pequim.

O minério de ferro com entrega imediata no porto de Tianjin caiu 1 por cento nesta quinta, para 58,40 dólares por tonelada, atingindo o menor valor desde 27 de julho, segundo o The Steel Index (TSI).

O contrato futuro mais ativo do minério de ferro na bolsa de Dalian chegou a cair para 408 iuanes, menor valor desde 1º de agosto, antes de fechar em alta de 0,5 por cento, a 417,50 iuanes.

(Por Manolo Serapio Jr.)