Bombardier pausará acabamento de aviões em meio à fraca demanda

quinta-feira, 1 de setembro de 2016 15:04 BRT
 

MONTREAL (Reuters) - A Bombardier vai interromper obras de acabamento de seus jatos comerciais Global 5000 e 6000 durante certos períodos em 2017, disse a fabricante nesta quinta-feira, em meio à atual fraqueza na demanda por aviões corporativos.

As licenças temporárias no centro de competições globais da Bombardier seguiram decisão de 2015 da fabricante de trens e aviões canadense para reduzir a produção dos aviões Global 5000 e 6000, citando demanda fraca da China, América Latina e Rússia.

"É uma prática muito comum ajustar nossa estratégia de produção e sequenciamento para garantir que administramos nossos estoques e custos", disse o porta-voz da Bombardier, Mark Masluch.

"Trabalharemos em colaboração com nosso sindicato para garantir que adotaremos as medidas para mitigar o impacto em nossa força de trabalho".

Ele disse que as licenças no trabalho de acabamento não teriam quaisquer impactos na capacidade da Bombardier de honrar seus compromissos com clientes.

(Por Allison Lampert)