2 de Setembro de 2016 / às 12:42 / um ano atrás

Criação de vagas nos EUA tem resultado pior que o esperado em agosto

Homem entregando currículo durante feira de empregos em Washington. 11/06/2013Jonathan Ernst/File Photo

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento do emprego nos Estados Unidos desacelerou mais que o esperado em agosto, após dois meses consecutivos de ganhos robustos e ganhos salariais moderados, o que pode efetivamente fazer o Federal Reserve, banco central norte-americano, a desconsiderar aumento da taxa de juros neste mês.

A criação de vagas de trabalho, excluído o setor agrícola, somou 151 mil no mês passado, após aumento revisado para cima de 275 mil vagas ​​em julho, com a contratação nos setores da indústria e da construção em declínio, divulgou o Departamento de Trabalho nesta sexta-feira.

A taxa de desemprego permaneceu inalterada em 4,9 por cento, à medida que mais pessoas entraram no mercado de trabalho.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que seriam criadas 180 mil vagas no mês passado.

Por Lucia Mutikani

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below