State Grid assina compra de fatia da Camargo na CPFL por cerca de R$6 bi

sexta-feira, 2 de setembro de 2016 10:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A chinesa State Grid oficializou nesta sexta-feira a compra da fatia de 23 por cento da Camargo Corrêa na maior elétrica privada do Brasil, a CPFL Energia, em evento em Xangai que contou com a presença do recém-empossado presidente Michel Temer.

A CPFL informou que a venda ocorreu ao preço de 25 reais por ação, o que deve representar cerca de 6 bilhões de reais, e envolveu também a participação de 51,6 por cento da companhia na subsidiária CPFL Renováveis, avaliada no negócio em 3,17 bilhões de reais.

O negócio ocorre em um momento em que a Camargo Corrêa enfrenta dificuldades financeiras após ser envolvida em denúncias de corrupção na Operação Lava Jato e que as empresas chinesas ampliam sua ofensiva no país.

A transação ainda está sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), disse a CPFL.

Na véspera, fonte havia informado à Reuters que a State Grid deveria assinar nesta sexta-feira os termos finais da compra da participação.

Com a oficialização do negócio, os demais controladores da CPFL, que incluem o fundo de previdência dos funcionários do Banco do Brasil, Previ, e a Bonaire, que representa diversos fundos, poderão exercer direito de preferência na compra da fatia da Camargo ou decidir pela venda conjunta de suas participações à State Grid, pelo mesmo valor por ação.

A CPFL disse que se for alcançado determinado número de ações nessa transação, a State Grid deverá promover uma oferta pública de aquisição das ações em circulação da companhia, que poderá ter o capital fechado.