Com acordo de paz, Colômbia pode produzir 20 mi de sacas de café por ano até 2020

sexta-feira, 2 de setembro de 2016 15:31 BRT
 

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia pode produzir até 20 milhões de sacas de café por ano em 2020, caso um acordo de paz com o grupo rebelde Farc seja aprovado pelo país em um plebiscito e mais café seja cultivado em áreas que foram afetadas pela guerra, disse o ministro das Finanças, Mauricio Cardenas.

A produção de café deste ano é esperada entre 14,5 milhões e 15 milhões de sacas de 60 quilos, disse Cardena na quinta-feira. A Colômbia é um dos maiores produtores mundiais de café arábica de alta qualidade.

O governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia chegaram a um acordo na última semana para encerrar uma guerra de cinco décadas que matou mais de 220 mil pessoas e desabrigou milhões. Colombianos vão decidir durante um plebiscito em 2 de outubro se aprovam o acordo.

As Farc, um grupo insurgente financiado por traficantes de drogas, comprometeram-se em ajudar a retirar as minas terrestres que foram espalhadas pelo país, e Cardenas espera que muitos produtores abandonem o cultivo de coca, a matéria-prima da cocaína, para plantar café após o acordo de paz.

"Com o acordo de paz, até 2020, a colheita de café poderia atingir 20 milhões de sacas, com o acordo novas áreas que não estavam ao alcance antes poderão ser cultivadas", disse.

"O que a paz significa em termos econômicos para produtores são melhores condições, mais segurança e mais apoio para as famílias", disse ele.

(Por Helen Murphy)