Ford suspende programa de carro compacto para mercados emergentes

sexta-feira, 2 de setembro de 2016 16:04 BRT
 

NOVA DÉLHI/DETROIT (Reuters) - A Ford suspendeu planos para produzir uma nova família de carros compactos voltada principalmente para mercados emergentes como Índia e China, afirmaram fontes da indústria, citando vendas decepcionantes nestas regiões.

Índia e China deveriam ser os principais centros de produção da família B500, que começaria a ser montada em 2018 e incluiria um sedã, um hatchback e um utilitário esportivo, afirmaram duas fontes com conhecimento direto do assunto.

A montadora planejava produzir os novos modelos também no Brasil, na Rússia e na Tailândia, disse uma das fontes.

A decisão da montadora norte-americana, comunicada aos fornecedores em julho, segue ação semelhante adotada pela GM, de adiar o lançamento na Índia de uma família de carros compactos que consumiria investimentos de 5 bilhões de dólares.

O programa da Ford foi congelado por causa da demanda reduzida para alguns de seus modelos pequenos e médios na Índia e na China, onde utilitários esportivos e crossovers que combinam características de hatchbacks e SUVs estão cada vez mais populares.

O custo de atualizar as fábricas para produção dos novos modelos também seria proibitivamente alta, afirmaram as fontes.

Representantes da Ford não comentaram o assunto.

"Estamos em constante avaliação de oportunidades para melhor atender as necessidades dos consumidores e não comentamos rumores sobre programas futuros de produtos", disse um porta-voz da Ford.

A estratégia poderá permitir ampliação de margens de lucro da Ford.

"Faz sentido para eles atualizarem modelos mais antigos agora, preparar menores custos de desenvolvimento na China no médio prazo e então avançar para pequenos crossovers no longo prazo", disse Sam Fiorani, vice-presidente da empresa de pesquisa de mercado AutoForecast Solutions.

(Por Aditi Shah e Paul Lienert)