Temer defende em cúpula na China que G20 trabalhe para gerar empregos

segunda-feira, 5 de setembro de 2016 15:51 BRT
 

(Reuters) - O presidente Michel Temer defendeu nesta segunda-feira na cúpula do G20 que o grupo das principais economias do mundo trabalhe para gerar empregos, necessários para a expansão econômica.

"Não há crescimento sustentável e inclusivo sem a criação de empregos de qualidade e a promoção do trabalho decente", disse Temer em discurso durante almoço de trabalho na cidade chinesa de Hangzhou. "Temos de agir para criar empregos para nossas populações."

Em um momento em que o Brasil soma quase 12 milhões de desempregados, Temer, que foi efetivado na Presidência na semana passada após o impeachment de Dilma Rousseff, disse que o país está reordenando sua economia para "criar as condições para a geração de empregos de qualidade". [nL1N1BB0GF]

Temer aproveitou também para reafirmar a posição brasileira em defesa de uma maior abertura do comércio internacional para os países em desenvolvimento.

"O Brasil tem ressaltado a importância de um sistema de comércio internacional mais aberto e menos discriminatório para os países em desenvolvimento, que dependem muito das exportações agrícolas."

(Por Alexandre Caverni, em São Paulo)

 
O presidente brasileiro Michel Temer chega no Centro de Exposições de Hangzhou para a Cúpula do G20 em Hangzhou, na província de Zhejiang, na China
04/09/2016
REUTERS/Etienne Oliveau/Pool