Mercado europeu recua de nível mais alto desde janeiro e fecha em queda

terça-feira, 6 de setembro de 2016 13:57 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os principais índices acionários da Europa caíram nesta terça-feira, recuando dos níveis mais altos desde janeiro, pressionados por dados fracos dos Estados Unidos e pela queda do grupo francês Ingenico.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,37 por cento, a 1.374 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 recuou 0,33 por cento, a 349 pontos, após atingir a máxima desde janeiro na sessão anterior.

O mercado passou a recuar com força após a divulgação de que o índice ISM de serviços dos Estados Unidos teve em agosto a maior queda desde a crise financeira.

O dólar caiu frente ao euro, atingindo os exportadores, uma vez que as chances de uma alta dos juros nos EUA em setembro recuaram ainda mais.

O setor bancário, sensível ao crescimento, foi o que mais caiu, perdendo 1,7 por cento. Os bancos permanecem sob pressão, com a rentabilidade prejudicada pelas taxas de juros baixas.

Ressaltando o nervosismo dos investidores e a baixa tolerância para resultados decepcionantes, a empresa de pagamentos francesa Ingenico Group perdeu 13,61 por cento após reduzir as metas para o ano na sequência de um "declínio súbito e significativo" nas vendas nos Estados Unidos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,78 por cento, a 6.826 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,14 por cento, a 10.687 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,24 por cento, a 4.529 pontos.   Continuação...