Importação de milho pelo Brasil dispara em agosto, aponta MDIC

sexta-feira, 9 de setembro de 2016 18:37 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As importações de milho pelo Brasil saltaram para 295 mil toneladas em agosto, maior volume do ano e uma alta 1800 por cento ante o mesmo mês de 2015, com empresas de aves e suínos voltando-se para fornecedores externos em função da escassez no mercado interno, mostraram dados do Ministério da Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

No acumulado dos primeiros oito meses do ano, as importações já chegam a quase 1,1 milhão de toneladas, volume que supera os 12 meses de cada um dos últimos seis anos.

Na média mensal de desembarques, o ritmo de 2016 equipara-se às importações de 2000 e 1997, anos de recorde na série histórica do governo iniciada em 1997.

Em agosto, o Brasil comprou apenas de parceiros do Mercosul. Do Paraguai, entraram 170 mil toneladas, e da Argentina vieram 125 mil toneladas.

Empresas que usam o milho como insumo, como granjas de aves e suínos, têm tido dificuldade de encontrar carregamentos para abastecer operações. No fim de 2015 e início de 2016 houve fortes exportações de milho do Brasil, o que somou-se à quebra na produtividade da colheita da safra em meados deste ano.

Tomando como base o ano comercial, iniciado em fevereiro e que terminará em janeiro de 2017, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que o país precisará importar 1,5 milhão de toneladas.

Segundo o MDIC, desde fevereiro as importações somam 1,09 milhão de toneladas.

O Cepea, centro de pesquisa ligado à Universidade de São Paulo, destacou em relatório nesta sexta-feira que os preços do milho caíram nos últimos dias em diversas praças, pressionados pela retração de compradores, que estão atentos às paridades de importação e exportação.

"Apesar disso, estimativas oficiais apontam estoques ainda mais apertados para a temporada", disse o Cepea, lembrando que a previsão do governo federal é terminar o ano comercial com estoques no país de 5,5 milhões de toneladas, 47 por cento menos que na temporada anterior.   Continuação...