Samsung pede que usuários do Galaxy Note 7 desliguem e devolvam aparelhos

sábado, 10 de setembro de 2016 10:54 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Samsung pediu neste sábado que usuários de seus telefones Galaxy Note 7 devolvam os aparelhos o mais rápido possível como parte de um recall dos equipamentos, que podem pegar fogo.

A maior fabricante mundial de smartphones disse na semana passada que irá substituir todos os telefones Note 7 em 10 mercados, incluindo Coreia do Sul e Estados Unidos, em um revés para a empresa, que estava contando com o modelo para elevar o ritmo de vendas em um momento em que rivais como a Apple lançam novos aparelhos.

Relatos de que as baterias do telefone entraram em combustão enquanto carregavam ou durante o uso normal levaram a Comissão de Segurança do Consumidor dos EUA a barrar o uso do Note 7.

"Nós estamos pedindo que usuários desliguem seus Galaxy Note 7 e realizem a troca o mais rápido possível", disse o diretor da divisão de smartphones da Samsung, Koh Dong-jin, em um comunicado.

"Nós estamos enviando aparelhos para reposição para que possam ser oferecidos no programa de troca da maneira mais conveniente e em atenção às normas relacionadas", disse o comunicado.

Cerca de 2,5 milhões das unidades do aparelho foram vendidas no mundo precisarão ser substituídas, disse a empresa. Alguns analistas avaliam que o recall irá custar cerca de 5 bilhões de dólares em perda de receita para a Samsung este ano.

A Samsung informou anteriormente que as substituições para o Note 7 estarão disponíveis em alguns mercados, incluindo Coreia e EUA, a partir de 19 de setembro.

(Por Se Young Lee e Jeffrey Dastin)