Tesla diz que novo sistema de piloto automático teria evitado fatalidade

domingo, 11 de setembro de 2016 16:29 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A fabricante de carros elétricos Tesla Motors disse neste domingo que uma atualização do seu sistema de condução semi-automática Autopilot irá usar radar avançado para melhorar a capacidade de prevenir batidas e provavelmente teria evitado uma fatalidade envolvendo o uso do sistema em maio.

O Autopilot 8.0 vai temporariamente suspender o uso pelos usuários do sistema se eles não responderem aos avisos sonoros.

"Estamos fazendo um uso muito mais eficaz do radar", afirmou o presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, em uma teleconferência com jornalistas. "Haverá uma melhoria dramática na segurança do sistema feita inteiramente através de software".

O Autopilot da Tesla, lançado em outubro, tem sido objeto de intenso escrutínio desde que foi revelado em julho que um motorista do Tesla Model S usando a tecnologia foi morto em maio em uma colisão com um caminhão. O órgão que administra a segurança no tráfego nos Estados Unidos está investigando o incidente.

Musk advertiu que a melhoria "não significa segurança perfeita".

"Segurança perfeita é realmente uma meta impossível", disse ele. "É sobre melhorar a probabilidade de segurança. Nunca haverá zero fatalidades, nunca haverá zero acidentes."

(Por Alexandria Sage e David Shepardson)