Alemanha está próxima de acordo de 26,4 bi de euros por armazenamento de lixo nuclear, diz jornal

domingo, 11 de setembro de 2016 17:12 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A Alemanha está próxima de um acordo no qual o governo assumirá obrigações referentes ao armazenamento de resíduos nucleares do setor privado em troca de 26,4 bilhões de euros (30 bilhões de dólares), informou no sábado o jornal Boersen-Zeitung.

A RWE, que está entre as maiores operadoras de energia do país, no entanto, questionou a cifra e afirmou ser muito cedo para dar o acordo como certo.

Em abril, a recomendação inicial de uma comissão de especialistas era de que as empresas de energia da Alemanha, lideradas pela E.ON e RWE, pagassem 23,3 bilhões de euros para remover o compromisso indesejado de longo prazo de armazenamento subterrâneo dos resíduos nucleares.

Segundo o Boersen-Zeitung, fontes próximas à comissão disseram que o montante final acordado inclui um acréscimo de 35 por cento sobre o valor já provisionado pelas empresas, para considerar o risco de inflação dos custos para armazenar os resíduos com segurança.

"Desconhecemos esses números e também acreditamos que sejam imprecisos. Estamos em negociações construtivas e contínuas", disse uma porta-voz da RWE.

Um porta-voz da E.ON se recusou a comentar a reportagem do Boersen-Zeitung. Funcionários do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha não estavam disponíveis para comentar o assunto fora do horário comercial.

(Por Ludwig Burger)