Lockhart, do Fed, diz que "discussão séria" sobre alta de juros é justificada

segunda-feira, 12 de setembro de 2016 12:16 BRT
 

ATLANTA (Reuters) - As atuais condições econômicas justificam uma "discussão séria" sobre elevar a taxa de juros na próxima reunião do Federal Reserve, afirmou o presidente do Fed de Atlanta, Dennis Lockhart, nesta segunda-feira, em declarações que podem aumentar a probabilidade de uma ação do banco central norte-americano.

"Se a inflação de 1,6 por cento e um desemprego de 4,9 por cento fosse tudo que soubéssemos sobre a economia, você consideraria uma política com um (juro) um pouco acima de zero ainda apropriada?", afirmou Lockhart durante discurso na Associação Nacional de Economistas Empresariais. "Acho que as circunstâncias pedem uma discussão intensa na próxima semana."

Ele acrescentou que não existe urgência para o Fed decidir em um encontro em particular se a atual taxa de juros muito baixa continua apropriada para uma economia que segue caminhando devagar.

"Eu não acho que estamos incorrendo em custos de paciência que colocam muita urgência na questão do aumento dos juros", afirmou Lockhart. "É muito mais o comitê decidindo qual é a calibragem correta da taxa de juros para o estado da economia e a sua perspectiva", afirmou.

Lockhart disse que dados recentes e contatos com autoridades empresariais na região sul o deixam confiante de que o crescimento do trabalho continuará e que a inflação subirá para a meta do Fed.

Apesar de não descartar alguns dos argumentos mais pessimistas de seus colegas que sentem que a economia dos EUA pode estar vivendo um período de baixo crescimento, Lockhart afirma que sente que o progresso continua e que a economia não está estagnando.

O crescimento deve se fortalecer no segundo semestre do ano, avançando para uma taxa anualizada de 3 por cento, disse ele. Embora a inflação continue sendo um aspecto complicado do quebra-cabeça da política monetária do Fed, Lockhart continua confiante que ela deve subir ao longo do tempo por causa do aumento do gasto do consumidor e pelo avanço do emprego.

"As condições justificam essa discussão séria" quando o Fed se reunir na próxima semana, disse Lockhart.

Vários presidentes regionais do Fed indicaram que eles estão prontos para subir a taxa de juros novamente, mesmo que alguns integrantes influentes do órgão indiquem que eles preferem esperar por mais progresso na inflação e pela certeza de que a ociosidade no mercado de trabalho desapareceu.

(Reportagem de Howard Schneider)