Contratações de crédito do Plano Safra 16/17 caem 20% após alívio do pré-custeio

terça-feira, 13 de setembro de 2016 12:45 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As contratações do crédito rural da agricultura empresarial nos dois primeiros meses da safra agrícola 2016/2017, entre julho e agosto, somaram 21,3 bilhões de reais, queda de 19,76 por cento ante o mesmo período da temporada anterior, informou nesta terça-feira o Ministério da Agricultura.

Segundo a pasta, houve menor procura por parte dos agricultores porque neste ano, entre maio e junho, haviam sido antecipados 10 bilhões de reais para o pré-custeio.

"Nos anos anteriores, o pré-custeio só foi liberado em julho e agosto", destacou o ministério, em nota.

Os recursos liberados até o momento representam 12 por cento do total programado para 2016/17, de 183,9 bilhões de reais.

O ministério destacou que já foram liberados 3,6 bilhões de reais para investimentos, alta de 24 por cento ante os dois primeiros meses do Plano Safra 2015/16, que "sinaliza para uma possível retomada dos investimentos no campo".

A contratação de recursos destinados à comercialização também apresentou crescimento, da ordem de 20 por cento no período, chegando a 4,4 bilhões de reais.

(Por Gustavo Bonato)