Com preço menor para Celg-D, governo espera atrair mais interessados para leilão

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 13:34 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - Após reduzir em cerca de 1 bilhão de reais o preço mínimo para o leilão da distribuidora goiana Celg-D, o governo federal espera atrair um maior número de interessados para o certame, que deve ocorrer em novembro, disse nesta quarta-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

A mudança no preço ocorre após tentativa frustrada de realizar o leilão da distribuidora da Eletrobras anteriormente --a Celg-D deverá inaugurar um processo de venda desses ativos da estatal, que detém participação majoritária na empresa de Goiás de 50,93 por cento.

"Nossa expectativa é de que agora possamos ter não somente os quatro interessados que haviam acessado o data room, mas também outros que tenham interesse no leilão", disse o ministro, em conversa com jornalistas, admitindo que a percepção no governo é de que o preço mais alto havia afastado os interessados previamente.

Antes, o leilão havia atraído o interesse de empresas como a norte-americana AES e a Equatorial Energia, entre outras.[nL1N1AJ1JP]

O governo definiu nesta quarta-feira o novo preço mínimo para a venda da empresa, fixado em 1,792 bilhão de reais, ante os 2,8 bilhões estabelecidos anteriormente.[nL2N1BQ0ET]

Já o valor de mercado da Celg-D ficou em 4,448 bilhões de reais, incluindo dívidas que um eventual comprador terá que assumir, segundo comunicado da Eletrobras e resolução publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira.

O novo edital do leilão da distribuidora goiana deve ser publicado em outubro, com o preço mínimo já anunciado sendo a principal novidade, e a venda deve ocorrer já em novembro, disse o ministro de Minas e Energia.

Segundo ele, no caso da distribuidora goiana, não será observado o prazo de cem dias entre edital e leilão, como o governo havia anunciado que seria o padrão daqui por diante, porque os principais termos já são conhecidos pelo mercado, uma vez que já houve uma tentativa de leiloar a empresa.   Continuação...