Dólar sobe e fecha a R$3,3430 com cautela por cenário externo

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 17:32 BRT
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta ante o real nesta quarta-feira, influenciado pela desvalorização do preço do barril do petróleo e continuidade das preocupações com os encontros do Federal Reserve e do banco central do Japão na próxima semana, bem como com as eleições presidenciais norte-americanas.

O dólar avançou 0,79 por cento, a 3,3430 reais na venda, renovando o maior patamar desde 7 de julho (3,3659 reais). No mês, a moeda norte-americana subiu em quase todas as sessões até agora, marcando apenas duas quedas, e acumula valorização de 3,52 por cento no período.

Na mínima do dia, a moeda marcou 3,2985 reais e, na máxima, 3,3469 reais.

"O dólar trabalhou bem sintonizado com o petróleo", destacou o analista de câmbio Gradual Investimentos, Marcos Jamelli, ao exemplificar que a moeda chegou a cair pela manhã, quando o petróleo exibia recuperação.

A cotação elevada da moeda também atraiu fluxo vendedor, ajudando a moeda a perder força durante a manhã.

"O exterior continua pautando os negócios, mas houve um fluxo pontual de exportadores que puxou o preço para baixo", afirmou mais cedo o operador da corretora Advanced Alessandro Faganello.

Os encontros do Fed e do banco central do Japão na próxima semana estão sendo aguardados com ansiedade pelo mercado.

"Desde sexta-feira o mercado está de olho no que o Fed vai fazer. A situação atual do mercado mostra que os investidores estão diminuindo posições nessa expectativa", avaliou o economista da BGC Liquidez Alfredo Barbutti.   Continuação...