Condutores de crédito de Brasil e Rússia são diferentes mas levam a ações de rating similares, diz Moody's

quinta-feira, 15 de setembro de 2016 09:39 BRT
 

(Reuters) - Os condutores de crédito de Brasil e Rússia são muito diferentes, mas deram lugar a ações de classificação similares, afirmou nesta quinta-feira a agência de rating Moody's em um relatório no qual compara a situação de ambos os países.

Devido aos impactos econômicos e políticos, ambos os países têm sido afetados por recessões profundas, inflação alta e déficits fiscais significativos.

"Apesar de evoluções de classificação similares, as fontes dos choques e as forças e fraquezas relativas que Brasil e Rússia enfrentam diferem de forma significativa", disse Samar Maziad, vice-presidente e analista sênior da Moody's.

No momento em que o Brasil e a Rússia saem de suas respectivas contrações, preservam as forças relativas ao crédito que sustentam seus ratings, explicou a agência.

As instituições do Brasil seguem sendo moderadamente fortes apesar da severa crise política, completou a Moody's, destacando que as reservas internacionais amplas são fator chave para os dois países já que protegem parcialmente suas economias de choques externos.

 
Logo da Moody's na sede da empresa em Nova York. 06/02/2013 REUTERS/Brendan McDermid