Líbia encerra força maior em portos e retoma exportação de petróleo

quinta-feira, 15 de setembro de 2016 14:29 BRT
 

BENGHAZI, Líbia (Reuters) - A Líbia encerrou a declaração de força maior em alguns de seus principais portos e está retomando as exportações de petróleo, disse nesta quinta-feira a estatal petroleira National Oil Corporation (NOC).

"As exportações serão retomadas imediatamente em Zueitina e Ras Lanuf, e irão continuar em Brega... As exportações irão recomeçar em Es Sider assim que possível", disse o presidente da NOC, Mustafa Sanalla.

Ele disse que o governo nacional em Trípoli que tem aval da ONU e o parlamento baseado no leste do país apoiaram a reabertura dos portos, que haviam sido tomados em 11 de setembro por forças leais ao comandante Khalifa Haftar.

Haftar tem sido um forte opositor do Governo de Acordo Nacional (GNA, na sigla em inglês) em Trípoli, e a tomada de quatro portos que estavam em poder de forças alinhadas com o GNA elevaram os temores de que poderiam ocorrer novos conflitos em torno dos recursos de petróleo da Líbia.

"A NOC está gerenciando esses portos", disse Sanalla. "Eles estão seguros e nós já estamos em contato com nossos parceiros comerciais internacionais.

A Líbia pode elevar a produção para 600 mil barris de petróleo por dia (bpd) dentro de um mês e para 950 mil bpd até o fim ano, ante 290 mil bpd atualmente, disse Sanalla esta semana.

Os conflitos registrados desde o levante de 2011 reduziram a produção de petróleo do país para uma fração dos 1,6 milhão de bpd que já produziu.

(Por Ayman al-Warfalli)