BC da Rússia corta principal taxa de juros pela 2ª vez neste ano

sexta-feira, 16 de setembro de 2016 10:08 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia reduziu sua principal taxa de empréstimo nesta sexta-feira pela segunda vez este ano, citando a desaceleração da inflação, diminuição das expectativas de inflação e uma recuperação incerta, mas disse que não haverá mais cortes até o próximo ano.

O corte de 0,5 ponto percentual, para 10 por cento, ficou em linha com as expectativas dos economistas, que apontavam para o fato de que as taxas de juros reais na Rússia estavam altas.

Para fortalecer uma tendência de queda sustentável da inflação, o banco central disse que a principal taxa tem que ser mantida até o final do ano em 10 por cento, com a possibilidade de mais cortes no primeiro e no segundo trimestres do próximo ano.

O banco central está sendo cauteloso com a política monetária, apesar da economia estar lutando para emergir de uma profunda depressão. O banco central luta para reduzir a inflação para sua meta de 4 por cento até o final do próximo ano.

A inflação desacelerou para 6,9 por cento em agosto na comparação com o mesmo período do ano passado, ante 9,8 por cento em janeiro.

(Por Alexander Winning e Lidia Kelly)