Venezuela afirma que oferta global de petróleo supera demanda em 10%

segunda-feira, 19 de setembro de 2016 15:36 BRT
 

CARACAS (Reuters) - A oferta global de petróleo de 94 milhões de barris por dia precisa cair em um décimo se quiser se igualar ao consumo, disse Eulogio Del Pino, ministro do Petróleo da Venezuela, nesta segunda-feira.

Del Pino, cujo governo está pressionando membros e não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para um acordo que eleve os preços do petróleo, disse que um preço justo seria por volta dos 70 dólares por barril.

"A produção global está em 94 milhões de barris por dia, dos quais nós precisamos cortar 9 milhões de barris por dia para sustentar o nível de consumo", disse o ministro em entrevista para o canal interno de televisão da petroleira estatal PDVSA.

Del Pino também é presidente da PDVSA.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro disse no domingo que membros e não membros da Opep estavam próximos de fechar um acordo para estabilizar os mercados de petróleo.

Membros da Opep vão se encontrar paralelamente no Fórum Internacional de Energia, que reúne produtores e consumidores, na Argélia de 26 a 28 de setembro.

A Rússia, produtora não membro da Opep, também vai participar do fórum.

(Por Andrew Cawthorne)