Argélia diz que qualquer reunião extraordinária da Opep pode ocorrer antes de novembro

segunda-feira, 19 de setembro de 2016 20:07 BRT
 

ARGEL (Reuters) - Qualquer reunião extraordinária da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) pode acontecer antes de novembro e a possibilidade de um congelamento de produção será discutida durante um encontro informal de produtores de petróleo em Argel na próxima semana, disse o ministro de Energia da Argélia na segunda-feira.

O ministro de Energia Noureddine Bouterfa disse à televisão estatal argelina que uma ação da Opep para congelar a produção ajudaria a equilibrar os mercados de petróleo por ao menos seis meses. Produtores membros e não membros da Opep, incluindo a Rússia, vão se encontrar em Argel na próxima semana.

"Se alcançarmos um acordo para realizar uma reunião extraordinária, ela acontecerá antes de novembro", disse o ministro.

"Minhas viagens mostraram que a maioria dos membros da Opep apoiam um congelamento na produção."

Bouterfa viajou ao Catar, Irã e Rússia para defender que o preço do petróleo seja estabilizado entre 50 e 60 dólares por barril, e disse estar confiante sobre o resultado de uma reunião da Opep que ocorrerá em Argel entre 26 e 28 de setembro.

Durante uma visita a Argel no fim de semana, o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo, disse que uma reunião extraordinária poderia ocorrer caso houvesse consenso. Ele também já disse que a reunião em Argel é para consultas, e não decisões.

(Por Hamid Ould Ahmed)