Chinesa Baosteel comprará Wuhan Iron and Steel para criar 2ª maior siderúrgica do mundo

terça-feira, 20 de setembro de 2016 08:51 BRT
 

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - A chinesa Baosteel vai comprar a rival menor Wuhan Iron & Steel, em um acordo que criará a segunda maior produtora de aço do mundo e que faz parte do plano da China para reformular o setor no país.

Um comunicado divulgado nesta terça-feira forneceu os primeiros detalhes da aguardada operação. A Wuhan afirmou que a Baosteel vai absorver a empresa por meio da emissão de novas ações. A proposta, que vinha sendo considerada anteriormente como uma fusão, ainda está sujeita à aprovação pelo governo.

Com base na capacidade instalada até 2015, as duas companhias poderão produzir cerca de 60 milhões de toneladas de aço por ano, superando a Hebei Iron and Steel como principal siderúrgica da China.

O plano foi anunciado em junho pela primeira vez, prevendo a combinação das duas companhias estatais dentro da estratégia de Pequim de consolidar o vasto setor no país e reduzir excesso de capacidade.

Atualmente, o grupo ArcelorMittal, com sede em Luxemburgo, é o maior produtor de aço do mundo.

Enquanto China deseja ampliar a eficiência do setor, a Baosteel enfrentará a dura tarefa de integrar a competidora deficitária.

"A Baosteel é uma companhia lucrativa e a Wuhan está altamente endividada e precisa de alguém que a salve", disse Richard Lu, analista da consultoria CRU, em Pequim.

Lu acrescentou que o acordo não vai necessariamente levar à redução da capacidade, uma vez que Baosteel e Wuhan construíram novas usinas, eliminando capacidade defasada e ineficiente nos últimos anos.

(Por Ruby Lian e Manolo Serapio em Xangai e Meg Shen e Twinnie Siu em HONG KONG)