China deve colher safra de algodão maior que o esperado em 2016/17

terça-feira, 20 de setembro de 2016 16:43 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China, principal mercado têxtil do mundo, vai produzir mais algodão do que originalmente esperado após condições climáticas favoráveis ao longo do verão, de acordo com uma pesquisa setorial feita no momento em que produtores se preparam para colher a safra 2016/17.

A produção total vai ser de 4,91 milhões de toneladas na temporada que se encerra em setembro de 2017, 5,6 por cento abaixo do ano atual, mas 1,6 por cento acima da estimativa anterior divulgada em junho, disse o site cncotton.com, uma publicação de mercado apoiada pelo governo, em relatório.

Esse será o quarto ano consecutivo de queda na produção, mas o aumento da previsão para a atual temporada preocupações sobre um acúmulo de produto e pressionar preços, uma vez que Pequim procura vender suas já inchadas reservas.

O tempo tem sido melhor do que o esperado nas principais áreas produtoras de algodão, incluindo na província de Xinjiang, no nordeste do país, disse o site.

A estimativa é ligeiramente mais alta do que a previsão do governo de 4,6 milhões de toneladas.

Os fracos preços e a retirada do programa de apoio do governo têm desencorajado produtores de produzir mais algodão ao longo dos dois últimos anos.

(Por Muyu Xu e Josephine Mason)