Mantega é preso na Lava Jato em investigação sobre corrupção em obras do pré-sal

quinta-feira, 22 de setembro de 2016 08:05 BRT
 

(Reuters) - O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi preso pela Polícia Federal em São Paulo nesta quinta-feira em uma nova fase da operação Lava Jato que investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo obras da Petrobras para exploração de petróleo no pré-sal.

Uma fonte próxima ao ministro disse à Reuters que Mantega foi detido em um hospital da capital paulista, onde acompanhava a mulher que será submetida a uma cirurgia.

O Ministério Público Federal disse em um comunicado, sem citar Mantega nominalmente, que um ex-ministro de Estado é alvo da 34ª fase da Lava Jato, assim como executivos das empresas Mendes Júnior e OSX Construção Naval e representantes de empresas por elas utilizadas para repasse de vantagens indevidas.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro; reportagem adicional de Patrícia Duarte, em São Paulo)