Índices europeus têm alta com setor de mineração e manutenção de juros pelo Fed

quinta-feira, 22 de setembro de 2016 13:43 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O índice pan-europeu STOXX 600 atingiu a máxima de duas semanas nesta quinta-feira, impulsionado pela alta nas ações de mineração, após o banco central norte-americano manter a taxa de juros e projetar uma trajetória menos agressiva para elevações no próximo ano e em 2018.

O índice de principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,64 por cento, a 1.369 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 teve alta de 1,58 por cento, a 347 pontos, nível mais alto de fechamento desde 9 de setembro. No entanto, o índice ainda acumula queda de cerca de 5 por cento até agora neste ano.

O Fed, no entanto, sinalizou que ainda pode apertar a política monetária até o final deste ano já que o mercado de trabalho melhorou ainda mais. A chair do Fed, Janet Yellen, disse que o crescimento dos EUA parece mais forte e que altas dos juros serão necessárias para evitar o superaquecimento da economia e estimular a inflação alta.

"Os mercados estão recebendo suporte não apenas da falta de ação do Fed, mas também da declaração relativamente 'dovish' de Janet Yellen. Uma alta dos juros é provável em dezembro, mas se tornou mais uma vez claro que os juros subirão apenas muito gradualmente", disse o chefe de pesquisa do BNP Paribas Fortis, Philippe Gijsels.

O setor de mineração liderou a alta do mercado europeu, uma vez que a decisão do Fed de manter os juros enfraqueceu o dólar nos mercados cambiais, tornando as commodities mais baratas para os detentores de outras moedas.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,12 por cento, a 6.911 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,28 por cento, a 10.674 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,27 por cento, a 4.509 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,76 por cento, a 16.637 pontos.   Continuação...