Preço spot da energia passará por aprimoramentos em 2017 e 2018, diz governo

sexta-feira, 23 de setembro de 2016 15:57 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os parâmetros de cálculo dos preços spot da energia elétrica, ou Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), passarão por aprimoramentos ao longo de 2017 e em 2018, afirmou o Ministério de Minas e Energia em nota nesta sexta-feira.

O governo já vinha falando na intenção de rever os preços, que são definidos por modelos computacionais que calculam fatores como as chuvas esperadas para a área das hidrelétricas e a demanda por energia, o que tem gerado expectativa no mercado quanto às mudanças e a forma com que estas serão implementadas.

Segundo o ministério, será aberta ainda neste mês uma consulta pública para aplicar a partir de janeiro de 2017 uma unificação de critérios de planejamento e operação nos modelos computacionais que calculam os preços.

Já outro aprimoramento, com mudança em parâmetros que definem a aversão a risco do sistema elétrico, seria implementado para o planejamento da operação e a formação de preços a partir de maio de 2017.

O ministério disse ainda que existe um compromisso de concluir estudos para implementação de novos parâmetros no cálculo do PLD, chamados tecnicamente de Superfície de Aversão a Risco (SAR), e para revisão da função do custo de déficit a partir de 2018.

Segundo a pasta, os estudos e discussões sobre o PLD têm como objetivo "ampliar a transparência e o debate com a sociedade sobre os fundamentos da formação de preço da energia e da política operativa".

(Por Luciano Costa)