Chuva alaga norte do Meio-Oeste dos EUA, interrompe colheita e fecha usinas de processamento

sexta-feira, 23 de setembro de 2016 17:00 BRT
 

CHICAGO (Reuters) - Fortes chuvas e alagamentos inundaram uma ampla faixa do norte do Meio-Oeste dos Estados Unidos nesta semana, interrompendo a colheita de milho e soja e forçando o fechamento de ao menos duas usinas de processamento da lavoura no Estado do Iowa, disseram operadores e produtores nesta sexta-feira.

As preocupações aumentaram entre produtores de que a água parada nos campos possa prejudicar a lavoura que não foi colhida. Ao mesmo tempo, o nível do rio Mississippi subiu, ameaçando interromper o carregamento de barcaças de grãos para exportação.

Partes do norte do Iowa e do sul do Minnesota receberam grandes volumes de chuvas no meio da semana, com o total de dois dias de precipitações chegando a 250 milímetros em algumas áreas, disseram meteorologistas.

A região deve ter dois dias de clima seco antes que mais chuvas cheguem na próxima semana, disse o meteorologista agrícola David Streit, do Commodity Weather Group.

A Cargill parou de receber entregas de milho e soja em suas usinas de processamento em Cedar Rapids, no Iowa, devido às enchentes na área, com uma previsão de o rio Cedar, nas proximidades, para alcançar um estado de enchente elevada durante o fim de semana.

Enquanto isso, produtores esperam os campos drenarem e secarem antes de retomarem a colheita, um processo que vai demorar mais no tempo frio de setembro do que demoraria no calor do verão.

(Por Karl Plume; reportagem adicional de Julie Ingwersen e Michael Hirtzer)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM GB