Consumo de gás no Brasil cai em julho com recuo da indústria e da demanda térmica

segunda-feira, 26 de setembro de 2016 13:57 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O consumo de gás natural no Brasil atingiu 56,18 milhões de metros cúbicos por dia em julho, queda de 4,95 por cento ante o mês anterior e retração de 22,55 por cento ante o mesmo mês de 2015, devido a redução da demanda para indústria e para a geração de energia, em meio à maior recessão do país em décadas.

O consumo industrial de gás em julho caiu 8,09 por cento ante junho e recuou 9,75 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo dados publicados nesta segunda-feira pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

Já o consumo na geração elétrica em térmicas em julho retraiu 17,74 por cento ante o mês anterior e teve queda de 56,42 por cento em relação a julho de 2015, segundo a Abegás.

"A queda de consumo industrial e na geração elétrica ainda é reflexo da queda da atividade e da produção industrial no país, confirmado em pesquisas da CNI e IBGE", disse em nota o presidente-executivo da Abegás, Augusto Salomon.

O executivo defendeu que o gás natural é um aliado estratégico no esforço para que a economia brasileira retome o crescimento e defendeu a busca pelo governo federal para a realização de mudanças para estimular investimentos no setor.

"Defendemos a relevância da elaboração de uma política para o gás natural, que vem sendo delineada no programa Gás para Crescer em desenvolvimento no Ministério de Minas e Energia", declarou Salomon.

(Por Marta Nogueira)