Mercado chinês recua, apesar de dados econômicos recentes

quarta-feira, 28 de setembro de 2016 07:57 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - Os índices acionários chineses fecharam em queda nesta quarta-feira, apesar da alta em ações do setor imobiliário, com o volume baixo de operações indicando a relutância dos investidores em atuar dias antes do feriado do Dia Nacional, a partir de 1 de outubro e que durará uma semana.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,29 por cento. O índice de Xangai caiu 0,34 por cento.

Dados econômicos recentes mostraram sinais de uma recuperação na economia chinesa. Os lucros industriais em agosto cresceram mais de 20 por cento, no ritmo mais rápido em três anos, enquanto uma pesquisa da Reuters mostrou que a atividade do setor manufatureiro deve ter se expandido modestamente pelo segundo mês consecutivo em setembro.

Mas muito investidores continuam céticos em relação à sustentabilidade de uma recuperação que eles acreditam depender do estímulo do governo.

Já o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha leve alta de 0,02 por cento às 7:52, com preocupações no setor bancário europeu e com os preços do petróleo enfraquecendo o apetite dos investidores por ativos mais arriscados.

O índice Nikkei do Japão caiu 1,31 por cento e foi pressionado pelo iene forte, o que prejudica os lucros dos exportadores.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,31 por cento, a 16.465 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,20 por cento, a 23.619 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,34 por cento, a 2.988 pontos.   Continuação...