Dólar sobe ante real após fala de Yellen reforçar apostas na alta dos juros nos EUA

quarta-feira, 28 de setembro de 2016 12:23 BRT
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar ampliou a alta ante o real nesta quarta-feira depois que a chair do Federal Reserve, Janet Yellen, reforçou a percepção de que a economia dos Estados Unidos está mais forte, o que leva o mercado a ampliar as apostas em um aumento de juros na maior economia do mundo este ano.

Às 12:20, o dólar avançava 0,54 por cento, a 3,2485 reais na venda. O dólar futuro avançava cerca de 0,40 por cento esta manhã.

Na sessão de perguntas e respostas, a chairman do banco central dos EUA reforçou a percepção de melhora da economia norte-americana ao dizer que a expectativa é que a taxa de desemprego caia mais. Segundo ela, a criação de empregos nos EUA está bem acima do que é sustentável e essa contínua criação de emprego levará a um superaquecimento.

"O mercado entendeu que é provável de fato um aumento de juros neste ano, daí a pressão no dólar", comentou o diretor de operações da Mirae Asset, Pablo Spyer. "Ela indicou que a maioria dos membros do Fomc vê a alta de juros como provável este ano."

O presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, também falou nesta quarta-feira, mas não adicional nada que pudesse influenciar nas cotações. Segundo ele, as taxas de juros baixas do BCE são necessárias para reanimar o crescimento e os governos precisam fazer a sua parte se querem que os juros subam para níveis normais.

Do lado doméstico, a pressão compradora também vinha da formação da Ptax de final de mês, que é taxa de câmbio de usada para liquidação dos derivativos cambiais.

A sinalização do governo de que votará a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos até 11 de outubro em primeiro turno na Câmara, por outro lado, pode limitar o avanço da moeda na sessão, já que reforça a trajetória de baixa vista pela moeda.

O Banco Central vendeu nesta manhã todo o lote de 5 mil contratos de swap cambial reverso --equivalente à compra futura de moeda.