IGP-M acelera alta a 0,20% em setembro com pressão no atacado, diz FGV

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 09:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) encerrou setembro com alta de 0,20 por cento, após subir 0,15 por cento no mês anterior, com o avanço no atacado se sobrepondo à desaceleração dos preços ao consumidor.

O resultado ficou praticamente em linha com a expectativa em pesquisa da Reuters, de avanço de 0,23 por cento na mediana das projeções.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, acelerou a alta a 0,18 por cento em setembro, após variação positiva de 0,04 por cento em agosto.

O índice relativo aos produtos industriais apresentou avanço de 0,53 por cento, contra alta de 0,10 por cento no mês anterior.

Os preços no varejo, por outro lado, mostraram menor pressão, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30 por cento no IGP-M, avançando 0,16 por cento no mês, depois de alta de 0,40 por cento no mês em agosto.

O destaque, segundo a FGV, foi o grupo alimentação, cuja alta dos preços passou a 0,09 por cento em setembro, ante 0,66 por cento.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,37 por cento no período, após subir 0,26 por cento em agosto.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

(Por Camila Moreira)

 
Funcionário coloca etiqueta de preço em latas de produto em supermercado de São Paulo. 08/01/2016  REUTERS/Paulo Whitaker