China vê crescente pressão de baixa sobre o comércio

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 10:34 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A pressão para baixo sobre o comércio da China está crescendo devido a vários fatores de desestabilização, disse uma autoridade do Ministério do Comércio nesta quinta-feira.

Zhang Ji, um ministro assistente, não elaborou sobre os fatores de desestabilização, mas salientou que a demanda global permanece fraca e "impossível" de se alterar fundamentalmente neste ano, embora os números do comércio de janeiro a agosto tenham mostrado sinais positivos.

"Nós temos que ter uma compreensão racional da situação", disse ele, acrescentando que os resultados mais recentes de um relatório da Organização Mundial do Comércio (OMC) também mostraram que o comércio global está em dificuldades.

O volume do comércio mundial estimado pela OMC deverá crescer apenas 1,7 por cento em 2016, uma previsão muito menor em comparação com os 2,8 por cento de abril. É a primeira vez em 15 anos que o comércio internacional tem crescido mais lentamente do que a economia mundial.

Zhang disse que o governo vai intensificar os esforços para desenvolver uma estratégia de diferenciação no processamento comercial para melhorar a competitividade, e vai continuar reduzindo os custos para as empresas chinesas, garantindo a transparência.

(Por Yawen Chen e Nicholas Heath)

 
Bandeira nacional chinesa vista em distrito financeiro em Pequim.  21/01/2016   REUTERS/Kim Kyung-Hoon/Files