Dólar sobe com exterior após dados mais fortes sobre economia dos EUA

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 10:40 BRT
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar registrava pequena alta ante o real nesta quinta-feira, influenciado pela valorização da moeda no exterior em dia de recuo dos preços do petróleo e pelos números melhores do que o previsto da economia norte-americana, mas contrabalançado pelo anúncio de leilão de linha pelo Banco Central.

Às 10:39, o dólar avançava 0,19 por cento, a 3,2280 reais na venda. O dólar futuro subia 0,37 por cento.

A realização de leilão de linha na sexta-feira pelo BC com dinheiro novo --o que eleva a oferta de moeda-- continha o avanço da moeda norte-americana, com o mercado digerindo o anúncio.

O BC anunciou na noite de quarta-feira a realização do leilão com venda de até 4 bilhões de dólares, com o primeiro acolhimento das propostas de 15h15 às 15h20 e o segundo, de 15h30 às 15h35. O primeiro leilão terá data de recompra em 3 de janeiro de 2017 e o segundo, em 2 de fevereiro de 2017.

"O BC fez leilão de linha em todos os meses deste ano, trata-se de uma ferramenta de controle de liquidez que ele usa para evitar distorções no mercado. Acho que ele anunciou ontem para tirar a volatilidade, dado que hoje a agenda está recheada", comentou o operador corretora H.Commcor Cleber Alessie Machado.

"Mas ainda está nebulosa a razão sobre a oferta de 1,6 bilhão de dólares em dinheiro novo, já que os 2,4 bilhões restantes são para rolagem de contratos", disse.

As sessões desta quinta e sexta-feiras serão marcadas ainda pelas movimentações em torno da formação da Ptax de final de mês, que é a taxa de câmbio usada para liquidação dos derivativos cambiais, o que adiciona volatilidade ao câmbio.

"A pressão de Ptax não tende a ser para cima sempre. Mas sempre gera muita movimentação e o leilão de linha pode ser para evitar o excesso de especulação no mercado", disse Alessie Machado.   Continuação...