Exportação de celulose do Brasil cresce 20,5% em agosto sobre um ano antes, diz Ibá

quinta-feira, 29 de setembro de 2016 17:20 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas externas de celulose do Brasil subiram 20,5 por cento em agosto ante mesma etapa de 2015, a 1,017 milhão de toneladas, enquanto a produção do insumo usado na fabricação de papel teve incremento de 1 por cento, a 1,551 milhão de toneladas, informou nesta quinta-feira a associação que representa o setor, Ibá.

Nos dois primeiros meses do terceiro trimestre, as exportações de celulose do país somam 2,124 milhões de toneladas, expansão de 6,6 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

Já no acumulado de janeiro ao mês passado, as vendas externas do insumo mostram alta de 13,6 por cento na comparação anual, a 8,489 milhões de toneladas. Segundo o Ibá, a China foi o país com a maior contribuição para o crescimento de 19 por cento na receita de exportação do setor de celulose até agosto, a 1,35 bilhão de dólares.

Os dados foram divulgados no mesmo dia em que a Fibria divulgou aumento de 20 dólares nos preços da celulose vendida a clientes na Ásia, onde a China é o principal mercado. O reajuste foi o primeiro desde aumento anunciado pela empresa no final de maio.

Já as vendas de papel no país no mês passado subiram 1,1 por cento ano a ano, a 471 mil toneladas, segundo a Ibá. Mas a comercialização no mercado interno de painéis de madeira, muito usados na construção civil, recuou 0,4 por cento no período, a 533 mil metros cúbicos.

(Por Alberto Alerigi Jr.)