Produção de petróleo no Brasil sobe pelo 5º mês e renova recorde com impulso do pré-sal

sexta-feira, 30 de setembro de 2016 19:33 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo no Brasil subiu pelo quinto mês consecutivo em agosto, renovando um recorde mensal de extração pela terceira vez seguida, com impulso da atividade da Petrobras nas áreas do pré-sal, publicou nesta sexta-feira a agência reguladora do setor de petróleo (ANP).

A produção de petróleo do Brasil somou em agosto 2,609 milhões de barris por dia (bpd), alta de 1,1 por cento ante julho e avanço de 2,4 por cento ante o mesmo mês de 2015.

Do montante total, 1,099 milhão de bpd foram produzidos em 65 poços do pré-sal, operados pela Petrobras, em parceria com companhias privadas, como a anglo-holandesa Shell .

A produção de gás natural em agosto também foi recorde, de 108,8 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), crescimento de 1,5 por cento ante julho e alta de 9,6 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado. Do total, 42,2 milhões de m³/d foram extraídos do pré-sal.

Somando petróleo e gás natural, o pré-sal em agosto produziu 1,365 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boed), alta de 3,6 por cento ante julho.

Segundo a ANP, a produção média de petróleo da Petrobras, como concessionária, em agosto, somou aproximadamente 2,112 milhões de bpd, alta de 0,76 por cento ante o mês anterior e avanço de 0,14 por cento ante agosto de 2015.

A petroleira brasileira estatal ainda não publicou os seus volumes de agosto.

A anglo-holandesa Shell tornou-se neste ano a segunda maior produtora do Brasil, após a conclusão da compra da gigante britânica BG, em 15 de fevereiro. Em terceiro lugar está a Repsol Sinopec.

(Por Marta Nogueira)