Escombros prejudicam investigações da causa do acidente de trem em New Jersey

sábado, 1 de outubro de 2016 14:38 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Investigadores averiguando por que um trem de New Jersey bateu na estação de Hoboken, matando uma pessoa e ferindo outras 108, planejam entrevistar mais testemunhas neste sábado, já que o local continua perigoso demais para extrair dados de um segundo gravador.

O acidente da hora do "rush" da manhã de quinta-feira matou a brasileira Fabíola Bittar de Kroon, de 34 anos, natural de Santos, e derrubou colunas do prédio construído no começo do século XX, um grande ponto de trânsito para quem segue rumo a Nova York.

O dano às colunas deixou a estação instável e atrasou a extração de um gravador de dados e um gravador de imagens que poderiam ajudar a Comissão de Segurança do Transporte Nacional a entender as causas do acidente.

Testemunhas e fontes oficiais disseram que o trem chegou à estação muito rápido e nunca diminuiu a velocidade, mas não está claro o motivo.

(Por Dion Rabouin)