Japonesa Sompo vai comprar seguradora Endurance Specialty dos EUA por US$6,3 bi

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 08:40 BRT
 

TÓQUIO/WASHINGTON (Reuters) - A seguradora japonesa Sompo Holdings anunciou nesta quarta-feira que vai comprar a seguradora norte-americana Endurance Specialty Holdings por 6,3 bilhões de dólares, a mais recente operação de uma série de aquisições por parte das seguradoras carentes de crescimento no Japão.

As companhias de seguros do Japão foram comprando agressivamente empresas dos Estados Unidos, anunciando uma série de acordos multibilionários, conforme procuram crescer para além de um mercado interno que está amadurecendo rapidamente --com exceção da Sompo, que não tinha uma posição significativa nos EUA.

A Sompo, terceira maior seguradora de propriedade e acidentes do país com um valor de mercado de 12 bilhões de dólares, disse que acertou a compra de 67,7 milhões de ações da Endurance Specialty por 93 dólares cada, um prêmio de 40,3 por cento em relação ao preço médio da ação desde julho.

O presidente-executivo do grupo japonês, Kengo Sakurada, disse em uma entrevista coletiva que o prêmio não foi alto dado os prêmios pagos por outras seguradoras japonesas em negócios no exterior. Ele também disse que a administração da Endurance permaneceria, incluindo o presidente-executivo John Charman,

"Queremos que a atual gestão fique, por isso estamos pagando um prêmio de controle", afirmou.

O negócio é o segundo maior da história feito por uma seguradora japonesa, depois de a Tokio Marine Holdings pagar 7,5 bilhões de dólares para comprar a norte-americana HCC Insurance Holdings no ano passado. A Tokio Marine pagou um ágio de 35,8 por cento.

A Endurance, que tem um valor de mercado de 6 bilhões de dólares, concentra-se em linhas especializadas de seguro de propriedades pessoal e comercial e contra acidentes, além de resseguros. Em 2015, a empresa tinha 3,3 bilhões de dólares em prêmios brutos emitidos --o equivalente das receitas das seguradoras-- e 355 milhões de dólares de lucro líquido.

(Reportagem de Mike Stone, Diptendu Lahiri, Taiga Uranaka e Thomas Wilson)