Fluxo em shopping centers recua em setembro pelo 3º mês seguido, diz pesquisa

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 09:07 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O fluxo de clientes em shopping centers caiu 3,5 por cento em setembro ante setembro de 2015, terceira queda mensal seguida e segundo pior resultado do ano, mostrou o Iflux, índice específico do mercado de shoppings, desenvolvido pelo Ibope Inteligência e pela Mais Fluxo.

Em números absolutos, tal resultado representa menos 7,5 milhões de visitas a esses centros de compras do país, de acordo com a pesquisa publicada nesta quarta-feira.

Conforme especialistas do setor ouvidos pela Reuters recentemente, apesar da melhora recente em indicadores de confiança tanto do consumidor como do empresariado, ainda são escassos os sinais de retomada efetiva do consumo dado o quadro ainda desafiador da economia brasileira.

Ainda assim, um terço dos shoppings apresentaram aumento de fluxo na comparação com setembro do ano passado, com aqueles considerados dominantes em seus mercados se mostrando mais resistentes à perda no trânsito de pessoas.

Nesse grupo estão os empreendimentos com mais de 45 mil m2 de Área Bruta Locável ( ABL), mais de quatro anos de operação, que atuam em mercados onde há concorrência e apresentam diferencial competitivo claro em relação aos demais shoppings do mercado.

Conforme a pesquisa do Ibope Inteligência e da Mais Fluxo, 69 por cento dos shoppings com essas características registram alta no fluxo de clientes, o que resulta em um crescimento médio nesse grupo de 2,8 por cento em setembro na base anual.

(Por Paula Arend Laier)