Produção de engenharia alemã deve subir 1% em 2017, diz associação

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 15:56 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A produção de engenharia alemã deve crescer 1 por cento no ano que vem após um 2016 estável, com a demanda por maquinário industrial para aumentar a produtividade superando o fraco crescimento econômico e os riscos políticos em grandes mercados exportadores, disse a associação industrial VDMA.

As empresas de engenharia mecânica alemã estão em uma posição favorável para se beneficiar do aumento da demanda em países em que a produção está se tornando mais automatizada, disse a VDMA nesta quarta-feira.

Mas os riscos de preços mais baixos das matérias-primas, crises políticas, eleição presidencial dos Estados Unidos e a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia representam desafios, enquanto o desenvolvimento da China era "a maior incógnita".

"A lista de fatores prejudicando o crescimento é longa e nós devemos ser cuidadosos para que a Alemanha não fique para trás tecnologicamente devido à persistente fraqueza em investimentos", disse o presidente da VDMA, Reinhold Festge, em comunicado.

(Por Georgina Prodhan)