Petróleo Brent avança 2% após queda nos estoques dos EUA

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 17:40 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo Brent encerraram em alta de 2 por cento nesta quarta-feira, atingindo máximas desde junho, após a quinta redução semanal inesperada nos estoques dos Estados Unidos adicionar suporte ao mercado, já impactado pela decisão de grandes produtores de cortar a extração no próximo mês.

A Administração de Informações de Energia (AIE) informou que os estoques de petróleo caíram 3 milhões de barris na última semana, o oposto do que havia sido previsto por analistas em pesquisa da Reuters, que indicava aumento de 2,6 milhões de barris.

Desde o início de setembro, os estoques de petróleo dos EUA caíram 26 milhões de barris, mas os volumes estocados permanecem em sua máxima neste século, mostraram dados da AIE.

O petróleo subiu 13 por cento ao longo das últimas seis sessões após a Opep anunciar seus planos de limitar a produção, a primeira medida do tipo em oito anos, antes da reunião de organização em Viena, em novembro.

O petróleo Brent encerrou em alta de 0,99 dólar, a 51,86 dólares por barril. Mais cedo, o barril subiu para 52,09 dólares, a máxima desde 10 de junho.

O petróleo dos EUA fechou em alta de 1,14 dólar, ou 2,3 por cento, a 49,83 dólares por barril. A máxima da sessão foi de 49,97, um pico desde 29 de junho.

(Por Barani Krishnan; reportagem adicional de Alex Lawler e Henning Gloystein)