6 de Outubro de 2016 / às 13:32 / um ano atrás

Dólar segue exterior e sobe ante real, à espera de votação sobre PEC

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar operava em alta ante o real na manhã desta quinta-feira, sintonizado com o comportamento da moeda no exterior e à espera a votação da PEC do teto dos gastos em comissão especial da Câmara nesta sessão.

Às 10:29, o dólar subia 0,68 por cento, a 3,2413 reais na venda. Na mínima do dia até o momento, a moeda havia marcado 3,2178 reais e, na máxima, 3,2450 reais. O dólar futuro subia 0,48 por cento.

"O cenário político continua sendo a grande questão para o mercado neste momento. Passar a PEC, saber se o governo vai garantir a maioria, começar a tramitar a reforma da Previdência...", disse um analista do mercado de câmbio de uma corretora nacional.

Na quarta-feira, o mercado reagiu à notícia de que partidos da base governista estavam fechando questão sobre a aprovação da PEC dos gastos, o que fez o dólar ampliar suas perdas ante o real e cair 1,10 por cento no fechamento.

"A moeda caiu demais ontem, agora está corrigindo um pouco, procurando um equilíbrio", disse o diretor da Fourtrade Corretora, Luiz Carlos Baldan.

O dólar subia no exterior, com investidores na expectativa pela divulgação do relatório do mercado de trabalho norte-americano, na sexta-feira, que pode dar pistas sobre a data em que o Federal Reserve, o banco central norte-americano, vai aumentar a taxa de juros do país.

A moeda norte-americana avançava ante divisas de países fortes e também de emergentes, como ante o peso mexicano e o rand sul-africano.

Nesta manhã, foi divulgado o número de pedidos de auxílio-desemprego, que avançaram menos do que o esperado na semana passada, para perto do nível mais baixo em 43 anos.

O dado sinaliza uma melhora do mercado de trabalho, que poderá ser ou não corroborado no relatório que sai na sexta-feira. Na quarta-feira, os números da ADP sobre o mercado privado de trabalho desapontaram.

Nesta manhã, as apostas na curva de juros norte-americana sinalizavam 62% por cento de chance de um aumento dos juros no último mês do ano, percentual similar ao da véspera.

O Banco Central vendeu nesta manhã todo o lote de 5 mil contratos de swap cambial reverso --equivalente à compra futura de moeda.

Por Claudia Violante

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below