EasyJet cai e pressiona mercados europeus apesar de alta dos bancos

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 13:50 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os mercados europeus recuaram nesta quinta-feira após as ações da easyJet caírem para a mínima de mais de três anos, embora o setor bancário tenha subido pela terceira sessão consecutiva.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 teve queda de 0,41 por cento, a 1.350 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 caiu 0,4 por cento, a 342 pontos.

A companhia aérea easyJet teve queda de quase 7 por cento, depois de dizer que seu lucro anual vai cair mais de 25 por cento neste ano, a primeira queda desde 2009. Os papéis das rivais IAG e Ryanair caíram 3,9 e 1,5 por cento.

As ações do setor bancário europeu, entretanto, ampliaram os ganhos da sessão anterior, fechando com alta de 0,61 por cento.

Unicredit subiu 2,3 por cento depois de relatos de que a francesa Amundi fez uma oferta maior do que a esperada de 4 bilhões de euros para a sua gestora de ativos Pioneer.

O Deutsche Bank chegou a avançar 2,7 por cento durante a sessão, depois que autoridades alemãs disseram que o governo estava buscando conversas discretas com as autoridades norte-americanas para ajudar o banco a garantir um acordo tranquilo sobre a venda de títulos hipotecários tóxicos. Porém, terminou com queda de 0,3 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,47 por cento, a 6.999 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,16 por cento, a 10.568 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,22 por cento, a 4.480 pontos.   Continuação...