Deutsche Bank e outros devem reexaminar seu modelo de negócios, diz diretora do FMI

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 16:02 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O Deutsche Bank e muitos outros grandes bancos precisam reexaminar seus modelos de negócios para manter a lucratividade no longo prazo em um ambiente de juros muito baixos, disse a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, nesta quinta-feira.

Lagarde disse à Bloomberg Television nas reuniões de outono do FMI e do Banco Mundial que o Deutsche Bank deve "decidir que tamanho quer ter e como deseja fortalecer seu balanço. Mas não é o único do setor bancário que precisa fazer esse trabalho".

Durante uma coletiva de imprensa mais cedo, Lagarde disse que muitos bancos ao redor do mundo precisam reformular seus modelos de negócios para lidar com as atuais condições financeiras de juros ultra baixos e que o FMI acredita que existem meios e uma determinação para fazê-lo.

Preocupações do mercado sobre o balanço do Deutsche Bank, tendo em vista a multa demandada pelo governo norte-americano de 14 bilhões de dólares, lançaram uma sombra no início das reuniões do FMI e do Banco Mundial, que incluirá as principais instituições financeiras e bancos comerciais do mundo.

Lagarde disse à Bloomberg Television que um acordo para encerrar as acusações do Departamento de Justiça dos EUA sobre as vendas pelo Deutsche Bank de títulos lastreados em hipotecas, que levaram à crise financeira de 2007 a 2009, seria bem-vindo porque daria alguma certeza sobre o impacto no balanço do banco.

(Por David Lawder)